[RESENHA] O MARIDO PERFEITO - KIMBERLY BELLE

Título: O Marido Perfeito
Autora: Kimberly Belle
Editora: Única
Páginas: 320
Ano da Publicação: 2018
Nota: 4/5

Sinopse: Todo mundo tem segredos... Iris e Will estão casados há sete anos e a vida não poderia ser mais perfeita. Até que, em uma manhã, quando Will voa para Orlando em uma viagem de negócios, o mundo feliz de Iris desmorona subitamente: um avião em direção a Seattle sofre um acidente matando todos a bordo com a queda e, de acordo com a companhia aérea, Will estava entre os passageiros. Entre dor e confusão, Iris está convencida de que tudo deve ser um enorme mal-entendido. Por que Will mentiria sobre onde ele estava indo? E sobre o que mais ele mentiu? Em sua busca desesperada para descobrir a verdade, Iris encontrará respostas que abalarão tudo o que ela acreditava saber, conhecer e amar. O que mais não sei sobre o meu marido? O que mais ele deixou de me contar? 

Iris é orientadora pedagógica de uma escola muito chique, mora na casa dos sonhos, tem uma situação financeira estável, mas a cereja do bolo mesmo é seu marido, um cara lindo, inteligente e completamente apaixonado por ela. Iris e Will, seu marido, são basicamente a personificação do casal perfeito do subúrbio que estamos acostumados a ver em filmes de romance.

O casal acabou de completar sete anos de casados, e com isso decidem que estão prontos para darem um passo a mais na relação. Will e Iris decidem começar a tentar engravidar, mas o destino parece ter um plano diferente para eles. Em uma manhã que tinha tudo para parecer como qualquer outra, Will se despede da esposa dizendo que está indo para Orlando, para uma reunião de negócios, porém, algumas horas mais tarde Iris fica sabendo que um avião, que havia saído de sua cidade natal, havia caído.

Após o primeiro momento de desespero, Iris se acalma um pouco, ao descobrir que o avião que caiu, estava indo em direção a Seattle, portanto, não era o avião de seu marido. É quando a lista de passageiros que estavam no avião é liberada, que o mundo de Iris se torna um caos novamente.

O nome de Will está entre o nome dos passageiros do avião que caiu, mas como pode isso ter acontecido uma vez que Seattle não é o lugar para onde seu marido disse que iria? Acreditando se tratar de um erro, Iris inicia uma pequena investigação na tentativa de localizar o marido. Sem conseguir entrar em contato com ele, e sem saber do seu paradeiro, Iris acaba cada vez mais perto de aceitar que seu grande amor está morto.

A companhia área responsável pelo acidente, organiza um culto fúnebre para a familia dos passageiros, mesmo relutante, Iris participa do funeral, e é então que sua vida começa a virar de cabeça para baixo, e ela percebe que os sete anos ao lado de Will foram baseados em um monte de mentira.

Corban, um cara simpático e bonito, se apresenta para Iris no funeral como um amigo de Will, o que é bastante estranho, pois ela não se lembra do marido ter falado sobre ele. Mas ela acredita em Corban, principalmente quando ele começa a soltar informações que só Will poderia saber, assim como informações sobre o passado do seu marido que ela nunca soube.

A situação fica ainda pior quando após o culto fúnebre, Iris chega em casa e encontra um vaso de flores em respeito ao seu luto de uma escola em Seattle. Intrigada, ela começa a investigar junto com seu irmão, o que a cidade de Seattle tem de tão importante assim para estar ligada a Will. Ela e o irmão resolvem viajar para lá, e em meio a investigação, ela descobre que Will não é a pessoa que ela sempre imaginou que fosse, na verdade, ele tem outro nome, ele não é órfão e Seattle é a cidade onde ele nasceu e foi criado.

Desesperada para acabar com a farsa na qual viveu durante anos, Iris está determinada a chegar até as ultimas consequências para descobrir o verdadeiro passado do seu marido. No entanto, parece que alguém tem interesse que os segredos de Will sigam sendo segredos, e é assim que Iris começa a receber um monte de mensagens anônimas em seu celular dizendo para que ela pare de investigar sobre a vida de Will se não quiser ter o mesmo fim que ele.

Como já disse antes, estou viciada em suspense, esses livros que te deixam imaginar de tudo e quando chegam ao final te pegam de surpresa, é muito bom! Só que esperava mais de O Marido Perfeito

Fiquei angustiada com Iris no começo, fiquei com dó mesmo. Imagina perder o amor da sua vida assim? Mas, depois comecei a ficar muito irritada com todo aquele drama e aquele "lenga","lenga", que se tornou.

Depois que Iris percebe que seu marido não é nada perfeito, a trama te envolve muito. Kimberly Belle soube criar uma trama muito envolvente, a forma como ela libera as informações para o leitor sempre deixa aquele sentimento de "Será?", confesso que tinha momentos que eu tinha certeza de que 'x' coisa ia acontecer, e ai não acontecia, ou se acontecia, era de uma forma tão diferente da qual eu tinha idealizado que eu ficava completamente surpresa.

Com um final inesperado, O Marido Perfeito é uma ótima dica, para aqueles que assim como eu são apaixonados por livros que puxam para a temática do suspense. Já para aqueles que nunca se aventuraram por esses caminhos, esse livro também é uma ótima oportunidade de experimentar. Amei a escrita da autora, e estou bem curiosa para ler mais livros dela.

Beijos,
Grazi

0 comentários:

Postar um comentário

Resenhas