[Resenha] Não Pare! FML Pepper

Sinopse: Para se sentir vivo, você entregaria sua vida nas mãos da morte?

Uma vida normal e tranquila seria tudo que uma adolescente odiaria ter, certo? Não para Nina! Por que tinha que viver como uma nômade (ou fugitiva!), mudando de cidade ou país a cada piscar de olhos? Por que não podia saber nada sobre o paradeiro de seu pai? Por que sua mãe era tão neurótica e supersticiosa? Milhares de perguntas. Nenhuma resposta. O que significavam aqueles estranhos calafrios, acidentes e mortes que insistiam em acontecer ao seu redor? Teriam eles alguma ligação com o seu defeito de nascença? Ou seriam causados pelo selvagem bad boy de hipnotizantes olhos azuis-turquesa que costumava aparecer nos momentos mais assustadores? Nina jamais poderia imaginar que aquele garoto sombrio de corpo escultural e fisionomia atormentada lhe abriria os olhos para um universo paralelo. Só ele tinha as respostas para os seus mais íntimos questionamentos, mas cobraria um preço muito alto para fornecê-las: A vida dela!

Quando vi essa capa, foi amor à primeira vista. Queria ler esse livro, muito! Li várias resenhas, e quanto mais eu lia, mais eu tinha certeza de querer esse livro.

Entrei em contato com a Pepper e super atenciosa, fizemos parceria. Assim que recebi o e-book, comecei a ler e gente, que livro PER-FEI-TO!!!

Tudo o que ela queria era levar uma vida normal... Assim como os nômades Nina Scott e a sua mãe vivem de mudança. Seja por uma exigência do trabalho de Stela ou por suas paranoias quanto à segurança de sua filha que vive se metendo em acidentes, a questão é que elas já se mudaram mais de dezoito vezes, passando por uma quantidade suficiente de países para fazer de Nina uma jovem fluente em vários idiomas, o que em contra partida a deixa na estaca zero quando a questão são relacionamentos duradouros. Prestes a completar dezessete anos tudo o que ela sonha é ter um lugar para chamar de lar, poder criar raízes em um país, se inscrever em uma faculdade bacana, fazer amizades, e quem sabe dar seu primeiro beijo, e por mais irreal que pareça é exatamente isso que sua mãe planeja para elas. Voltando para Nova York elas aproveitam um período de calmaria, desfrutando de uma vida praticamente normal, que é abalada apenas pelos ocasionais acidentes de Nina: um quase atropelamento, um andaime desgovernado que parte em sua direção, desmaios repentinos... Para a jovem a explicação mais lógica seria sua falta de sorte ou seu possível problema de pressão baixa, entretanto seu subconsciente teima em alertá-la que por mais que ela queira sua vida está longe de ser normal, afinal ela é tudo, menos normal.

“Pessoas surgem do nada e, de repente, resolvem me atacar...” Que tipo de ligação haveria entre mim e estes bizarros acontecimentos? A resposta viria ao meu encontro, e não era nada boa.

Já começamos a leitura sabendo que  Nina é uma personagem muito diferente. Mesmo sendo uma trama colegial, com direito a triangulo amoroso e amizades verdadeiras, a autora não tira o foco da ação e do suspense.  As dúvidas nos fazem perguntar: por que elas vivem fugindo? Quem é o pai de Nina? Por que a mãe dela tem tanto medo de algo acontecer com sua filha? E o que afinal de contas são esses eventos misteriosos que paralisam a jovem e a submetem a situações de vida ou morte? Mordidos de curiosidade mergulhamos na leitura querendo explicações, emergindo em um constante fluxo de ação, suspense, revelações e novos mistérios, ou seja, a trama e a escrita da autora são dinâmicas o suficiente para incitar a mente do leitor, fazendo-o questionar a verdade por trás das palavras de todas as pessoas que se aproximam de Nina.

“Um sentimento maior pouco se importa com a aparência e pode aflorar das situações mais improváveis. Ele não tem necessidade de explicações. Simplesmente é, e ponto final”.

Sabe o que mais me fascinou nessa leitura? Foi todo esse clima de ação e ficção, foi sempre querer saber mais e mais. Fiquei tensa o tempo todo, preocupada, curiosa. Jamais imaginei o rumo que tomaria a história. Imaginei, vampiros, lobisomens, até alienígenas, menos o que realmente esta por trás disso tudo. Tá que a protagonista é meio insegura demais para o meu gosto, mas dei um desconto, afinal no lugar dela eu também não saberia em quem confiar. E por falar em confiança... Ai meu coração! Nunca fui tão engana por um mocinho, que não é bem um mocinho, mas que também não é um completo anti-herói... Sim eu sei, tudo isso é muito confuso, mas é essa a graça da história. Nossa confiança é testada, apostas são feitas, e no final, fica ainda mais claro que Nina está brincando com fogo e que provavelmente, ela vai se queimar.

– Pelo visto você não tem prazer apenas em matar, mas em mandar também, não? – retruquei com a ira inflada. – Garota, você não tem ideia.

Para quem gosta de uma boa trama juvenil, não vai parar de ler! Tem muita ação, suspense, romance proibido... Cada vez mais que avançava na leitura, a certeza de que Não Pare! deve virar um filme só cresceu. Sim essa história dá um filme daqueles de tirar o folego. Eu recomendo a leitura! ♥♥♥

Título: Não Pare!// Autora: FML Pepper// Editora Valentina// Páginas 280// Minha Classificação 5/5

0 comentários:

Postar um comentário

Resenhas