[Resenha] Caminho das Águas - Eva Zooks

Sinopse: O que fazer quando a vida está ligada a um segredo? Quando todas as decisões o conduzem a um caminho desconhecido e cheio de mistérios?
O que fazer quando um segredo do passado vem a tona, entrelaçando dois corações torturados?
Em Caminho das águas Anne é uma historiadora obcecada por uma história em particular: a história de um homem que visita seus sonhos desde a adolescência. Ethan Brown, um soldado condecorado, da guerra da Secessão. Mas que estranha relação existe entre ela e um homem que viveu em 1864?
É isso que Anne tem a oportunidade de descobrir quando é convidada por Henry Starre, um rico colecionador de obras de arte, para passar uma temporada em Maryland e conhecer de perto o local de suas pesquisas.

Uma leitura gostosa e rápida. Me envolvi desde o primeiro capítulo, foi um livro que eu não quis que terminasse, quando vi que já estava no final comecei a enrolar para não acabar (rsrsrs). Digo mais, está sendo complicado fazer essa resenha. ;)

Desde a adolescência Anne Garrison, sofre pesadelos com um soldado ferido a beira da morte. Depois de muitas pesquisas, ela descobre que esse desconhecido homem é Ethan Brown, um soldado que lutou durante a Guerra da Secessão em 1862. Anne fica obcecada por Ethan e resolve descobrir absolutamente tudo sobre ele, tornando-se historiadora e professora em uma universidade.

'' Sem pensar correu para ele, estava sujo de sangue e muito ferido, viu um rosto esbelto e anguloso que se via escurecido pela barba. Tinha uma boca que poderia acelerar os batimentos do coração de uma mulher. Entretanto, se esticasse podia fazer um homem tremer de medo. Seus olhos... seus olhos eram uma maravilha.''


Anne fica tão obcecada que não vive mais, ela vive na biblioteca pesquisando sobre os acontecimentos da guerra. Ela não tem namorado (e nem se relaciona com ninguém) e até sua família está deixada de lado. Nesse alvoroço em descobrir tudo sobre o soldado, Anne é contactada por um senhor que mora  em Maryland, mais precisamente Antietam, exatamente onde ela queria estar. Henry Starre é viúvo, pai de James e Ronald e dono da fazenda onde Anne ficará hospedada para suas investigações.

Anne se encanta com o filho mais velho de Henry logo no início, James Starre, mas seu encanto logo se abala, pois James é muito rude e ela é mal tratada sem motivos pelo rapaz, o que a faz ficar bem abalada. O que Anne  não sabe é que James também sentiu algo bem forte por ela, mas sem saber porque ele acha necessário se afastar dela de todas as formas. 

Mesmo não simpatizando com Anne logo de início, Ronald a trata bem, está sempre tentando ajudá-la e faz companhia até a cidade para suas pesquisas. James se senti muito enciumado, mesmo sabendo o que sente por Anne, seu carinho e admiração pelo irmão falam mais alto e ele decide esconder seus sentimentos pela jovem ainda mais, achando que seu irmão e Anne estão interessados um pelo outro.

'' Você merece viver um amor real, precisa deixar um pouco de lado essas leituras, não que eu condene quem gosta de ler. Claro que não. Mas você faz disso sua vida, e com isso a vida real passa e você nem se dá conta.''

São muitos contratempos, mas mesmo assim, Anne se joga nos braços de James, esse por sua vez continua arredio, não acreditando em um relacionamento entre os dois. Ele também guarda seus segredos, noites mal dormidas, pesadelos terríveis que desde a infância faziam com que James gritasse madrugada a fora. A verdade é que James sonhava todas as noites com o mesmo soldado mutilado que abalava o sono da jovem Anne, a cada dia o soldado parecia estar mais ferido e James podia sentir sua dor. Mas acontece que diferente de Anne, ele sabia perfeitamente o que significavam aqueles sonhos, quem era realmente aquele soldado e o que ele buscava atormentando os jovens daquela forma.

Perante tanto mistério e fortes sentimentos, Henry e Ronald acreditam cegamente que a jovem Anne é a chave para curar a terrível dor e solidão de James e a resposta para o grande segredo que envolve essa família.


O livro é encantador. Me envolvi com a história de tal forma que me vi muitas vezes nos cenários maravilhosos narrados ali. A escrita da autora é muito boa, leve e delicada. Ela nos faz viajar nas páginas e querer sempre mais.

A diagramação é perfeita. A Ler Editorial, caprichou muito e estão de parabéns. A cada início de capítulo nos deparamos com imagens lindas. Muito capricho nas páginas e uma capa de tirar o fôlego de tão bela.

Mais uma vez digo, se você gosta de romance, mistério e uma leitura rápida e prazerosa, leia Caminho das Águas. 

'' Com aqueles olhos cinzas como os dias enevoados, ele a fitou e sorriu. O som da sua voz veio dançando com o vento, até chegara ela. Siga seus coração. Ele é o caminho.''

Título: Caminho das Águas// Autora: Eva Zooks// Editora: Ler Editorial// Páginas: 268// Minha Classificação 5/5

4 comentários:

  1. Grazi, obrigada pelas palavras. Fiquei muito feliz por ter gostado do Caminho.

    Bjk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço por seu livro ser tão bom.

      Bjos.

      Excluir
  2. Li sua resenha, Grazi, uma abordagem honesta e lúcida, que demonstra sua paixão por livros e histórias. A Editora Ler procura caprichar na seleção e publicação de livros sérios. Parabéns a vocês!

    ResponderExcluir

Resenhas