Lançamentos de Maio da Editora Intrínseca

Olá,

Hoje vamos conhecer os lançamentos da Editora Intrínseca. Gente, tem cada livro bom, quero todos!!! ;)

Cidades de Papel - John Green (Capa com os personagens do livro)


 Nesse romance do premiado escritor John Green, o adolescente Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que, certa noite, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita.
Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que Margo desapareceu. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava conhecer.


Para Todos os Garotos que Já Amei- Jenny Han


 Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.


Sal, Açúcar, Gordura- Michael Moss


 Em 1999, os principais líderes da indústria alimentícia, da Coca-Cola à Nabisco, se encontraram para uma reunião secreta de emergência. A pauta: o que fazer diante da epidemia de obesidade das últimas décadas.
Ao longo de quase um século, fabricantes de alimentos disputam o paladar do público misturando nas fórmulas de seus produtos quantidades cada vez maiores de sal, açúcar e gordura. Em outras palavras: tentam criar alimentos mais saborosos, custe o que custar. E o custo, no caso, é a saúde: um número cada vez maior de estudos científicos tem demonstrado a relação direta entre o alto consumo de alimentos processados e problemas de saúde como obesidade, hipertensão e diabetes 
Neste importante livro-reportagem, o jornalista Michael Moss não só denuncia esse momento crítico da indústria alimentícia, como leva o leitor para dentro dos laboratórios, salas de reunião e departamentos de marketing a fim de mostrar como os alimentos que estão nas prateleiras do supermercado são cuidadosamente projetados para enganar o paladar e a inteligência do consumidor, seja com sabores artificiais, seja com anúncios de “baixo teor de sódio” (porém, com o dobro de gordura) ou “zero açúcar” (mas com excesso de sal e aditivos). Um livro para mudar definitivamente a maneira de enxergarmos os rótulos e os alimentos.


O constante correr das horas- Justin Go


 Um tour de force histórico, O constante correr das horas é um romance sobre paixão, buscas, heranças e coragem ao longo do século XX.
Em 1924, o rico montanhista inglês Ashley Walsingham morre ao tentar escalar o monte Everest, deixando um testamento que destina sua fortuna a um antigo amor, Imogen Soames-Andersson — com quem não encontrava havia sete anos. Os advogados de Ashley procuram em vão por Imogen, e os bens permanecem sem dono.
Oitenta anos depois, novas informações levam os advogados do escritório a Tristan Campbell, um jovem americano que pode ser o atual herdeiro dos bens de Ashley. Se Tristan for capaz de provar que é descendente de Imogen, conseguirá recuperar a herança. Mas faltando apenas algumas semanas para o prazo expirar, Tristan deve se apressar para levantar as provas de que precisa.
Dos arquivos de Londres, passando pelas batalhas de Somme, aos fiordes da Islândia, Tristan tenta juntar as peças da história por trás da riqueza abandonada: um caso de amor arrebatador que durou até Ashley ser chamado para combater junto à Frente Ocidental; soldados desesperados cuja única esperança é sobreviver; uma expedição ao topo de uma das maiores montanhas do mundo. Seguindo a trilha de pistas que se estende por toda a Europa, Tristan se vê consumido pela história de Ashley e Imogen, mas, à medida que se aproxima da verdade, percebe que o fim de sua busca pode ser mais do que uma fortuna.
Comovente e apaixonante, O constante correr das horas é uma narrativa grandiosa, que alterna com fluidez passado e presente para falar de um amor que transcende o tempo e despreza classes sociais.


Nós- David Nicholls


 Certa noite, Douglas Petersen, um bioquímico de 54 anos apaixonado pela profissão, por organização e limpeza, é acordado por Connie, sua esposa há 25 anos, e ela lhe diz que quer o divórcio. 
O momento não poderia ser pior. Com o objetivo de estimular os talentos artísticos do filho, Albie, que acabou de entrar para a faculdade de fotografia, Connie planejou uma viagem de um mês pela Europa, uma chance de conhecerem em família as grandes obras de arte do continente. Ela imagina se não seria o caso de desistirem da viagem. Douglas, porém, está secretamente convencido de que as férias vão reacender o romance no casamento e, quem sabe, também fortalecer os laços entre ele e o filho.
Com uma narrativa que intercala a odisseia da família pela Europa — das ruas de Amsterdã aos famosos museus de Paris, dos cafés de Veneza às praias da Barcelona — com flashbacks que revelam como Douglas e Connie se conheceram, se apaixonaram, superaram as dificuldades e, enfim, iniciaram a queda rumo ao fim do casamento, Nós é, acima de tudo, uma irresistível reflexão sobre a meia-idade, a criação dos filhos e sobre como sanar os danos que o tempo provoca nos relacionamentos. Sensível e divertido, com a sagacidade e a inteligência dos outros livros do autor, o romance analisa a intrincada relação entre razão e emoção.


Lugares Escuros- Gillian Flynn


 Libby Day tinha apenas sete anos quando testemunhou o brutal assassinato da mãe e das duas irmãs na fazenda da família. O acusado do crime foi seu irmão mais velho, que acabou condenado à prisão perpétua.
Desde aquele dia, Libby passou a viver sem rumo. Uma vida paralisada no tempo, sem amigos, família ou trabalho. Mas, vinte e quatro anos depois, quando é procurada por um grupo de pessoas convencidas da inocência de seu irmão, Libby começa a se fazer as perguntas que até então nunca ousara formular. Será que a voz que ouviu naquela noite era mesmo a do irmão? Ben era considerado um desajustado na pequena cidade em que viviam, mas ele seria mesmo capaz de matar? Existiria algum segredo por trás daqueles assassinatos?
Gillian Flynn intercala a trajetória detetivesca de Libby com flashbacks dos acontecimentos do dia dos crimes com tanta habilidade que o leitor é levado a diferentes direções. Escrito com primor, Lugares escuros não só mostra como a memória é passível de falhas, mas também evidencia as mentiras que uma criança pode contar a si mesma para superar um trauma.


Gelo Negro- Becca Fitz Patrick


 Britt Pfeiffer passou meses se preparando para uma trilha na Cordilheira Teton, um lugar cheio de mistérios. Antes mesmo de chegar à cabana nas montanhas, ela e a melhor amiga, Korbie, enfrentam uma nevasca avassaladora e são obrigadas a abandonar o carro e procurar ajuda. As duas acabam sendo acolhidas por dois homens atraentes e imaginam que estão em segurança.
Os homens, porém, são criminosos foragidos e as fazem reféns. Para sobreviver, Britt precisará enfrentar o frio e a neve para guiar os sequestradores para fora das montanhas. Durante a arriscada jornada em meio à natureza selvagem, um homem se mostra mais um aliado do que um inimigo, e Britt acaba se deixando envolver. Será que ela pode confiar nele? Sua vida dependerá dessa resposta.


O livro sem figuras- B.J. Novak



 Um livro sem figuras? O que tem de divertido nisso?
Esse livro não tem nada para ver a não ser palavras. Palavras que vão obrigar o leitor a fazer caras esquisitas e vozes engraçadas.
Combinando simplicidade e criatividade de uma forma surpreendentemente engenhosa, O livro sem figuras inspira risadas toda vez que é aberto, criando uma experiência de diversão e interação entre adultos e crianças e apresentando às crianças a poderosa ideia de que a palavra escrita pode ser uma fonte infinita de alegria e travessuras.
Um livro original e divertido capaz de transformar qualquer leitor em um verdadeiro comediante, que vai fazer as crianças implorarem para ouvir a história repetidas vezes.


E aí, qual vocês querem?

Beijos. *_*

0 comentários:

Postar um comentário

Resenhas