[Resenha] Ponciá Vicêncio - Conceição Evaristo


Exemplo de romance afro-brasileiro, falando da identidade negra, Ponciá Vicêncio, de Conceição Evaristo, vai de encontro à tese segundo a qual a escrita dos descendentes de escravos estaria restrita ao conto e à poesia.

Um livro que eu não compraria, um livro que eu nem sequer sabia da existência. Minha irmã me emprestou e disse que era emocionante e que eu gostaria. É um romance, drama, suspense, um monte de gênero misturado. Não é um livro óbvio, apesar de ter poucas páginas. De extrema delicadeza, desde as digressões de Ponciá até ao seu presente sofrível. 

Não possui mocinhos nem anti-heróis: cada personagem tem sua parcela de culpa pelos seus atos e pelo o que se tornaram. A relação de Ponciá com seu marido vai definhando aos poucos. E não é só ele que tem culpa por ficar com raiva dela: ele é frustrado por não saber o porquê de Ponciá ter se tornado uma mulher quieta, alienada em seu mundo e que vive no passado. A linguagem não é tão tétrica como Clarice ou Woolf, o que eleva mais a narrativa, mostrando que é possível sim ser profunda e clara ao mesmo tempo.


O livro mostra a vida de muitas brasileiras anonimas,crise,saudade, amor, família. Um papel fundamental hoje em dia, Valores Éticos. Um livro para se ler em um dia, apesar de eu ter demorado mais de uma semana (rsrsrs). Talvez, mas para frente eu o pegue para ler novamente, é um livro que te faz pensar sobre como o preconceito de antes, por mais mascarado que esteja agora, ainda sim é enorme. Vale a pena ler e reler.



Título Ponciá Vicêncio// Autora Conceição Evaristo// Editora Mazza edições// Páginas 128// Minha Classificação 3/5

0 comentários:

Postar um comentário

Resenhas